Category

Viagens e Turismo

Aviação, Luxo no Brasil, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

Aviões particulares: uma necessidade para muitos consumidores

Por Ricardo Ojeda Marins (Artigo publicado no site Gestão do LuxoFAAP)

Cresce o número de compradores de aviões privativos para viagens de lazer ou negócios

Luxo, riqueza, conforto, privacidade, exclusividade. Sem dúvida esses são os principais conceitos que nos vêm à mente ao falar em aviões privativos. Hoje, porém, o cenário do segmento de aviação executiva mudou. Ainda objeto de desejo de muitos e uma realidade para poucos, essas poderosas máquinas vêm se tornando uma necessidade para empresas e para consumidores de alto poder aquisitivo.

No mundo corporativo atual, ter um avião próprio pode representar economia de tempo, agilidade, conforto e privacidade. Os benefícios da aviação executiva são vários: embarque e desembarque com mais rapidez, privacidade durante o voo, customização do serviço de bordo, escolha de uma equipe de confiança (piloto e tripulação), além de opções de itinerários que evitem conexões. Para empresas, o fator privacidade tem um valor ainda maior: um avião particular permite a executivos discutirem estratégias confidenciais de seus projetos durante o voo, com garantia de sigilo, enquanto em um voo comercial não é possível saber se há um concorrente em um assento próximo ao grupo.

O Brasil hoje possui a segunda maior frota de aviação geral do mundo depois dos EUA, segundo uma pesquisa da Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG). Dentro desse segmento, está o mercado de aviação executiva, com um crescimento cada vez mais expressivo no mercado brasileiro. À frente de países como México, Argentina e Chile, o Brasil é o país que possui o maior mercado no segmento de aviação executiva na América Latina, com uma frota aproximada de 1.650 aeronaves, sendo 650 helicópteros, 350 jatos e 650 turboélices. A cidade de São Paulo, principal centro econômico do País, concentra 35% dessa frota.

O crescimento da economia brasileira, a valorização da moeda nacional e a internacionalização de empresas brasileiras são alguns dos principais fatores que impulsionam a expansão do segmento por aqui. O potencial do mercado brasileiro também pode ser notado pela Latin American Business Aviation Conference & Exhibition (LABACE), principal evento de aviação executiva da América Latina, que vem sendo realizado anualmente em São Paulo e é considerado o segundo maior evento do mundo em termos de público participante.

As empresas do setor

Criada em 1969, a Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica) é líder no segmento de aviação comercial e há alguns anos vem se destacando também nos segmentos de Aviação Executiva, Defesa e Governo. O lançamento do jato Legacy 600 há cerca de 10 anos marcou a sua entrada no segmento de aviação executiva. A experiência da empresa em projetar aviões para alta utilização acrescenta aos jatos executivos características únicas, proporcionando aos clientes tranquilidade e alta disponibilidade das aeronaves, com manutenção simplificada.

O modelo Legacy 650 é um dos mais novos jatos desenvolvidos pela companhia, com estrutura baseada no modelo Legacy 600, oferecendo alcance para até 14 passageiros. Empenhada em reduzir o impacto ao meio ambiente, ao criar o modelo Legacy 650, a empresa não mediu esforços: o produto possui dois motores Rolls-Royce AE 3007 A2 – uma versão refinada do conhecido motor AE 3007 –, eficientes quanto ao consumo de combustível e que produzem uma média de 29% menos CO2 do que aviões mais antigos e 22% a menos que os jatos da geração atual, apresentando um desempenho otimizado por sua configuração e software de controle digital do motor ainda mais aperfeiçoado.

Em seu interior, é possível acessar Internet Wi-fi, realizar e receber chamadas via VoIP e, alternativamente, realizar chamadas através do telefone via satélite Iridium. Há um espaço generoso para o preparo de alimentos frescos e todas as conveniências possíveis foram consideradas, como refrigerador, adega climatizada, micro-ondas, máquina de café e outros. A Embraer desempenha um papel estratégico no sistema de defesa brasileiro, tendo fornecido mais de 50% da frota da força aérea brasileira. Cerca de 20 forças aéreas no exterior também operam os produtos Embraer. Essa especialização da empresa em prestar tais serviços permite que sua credibilidade seja ainda maior perante o consumidor.

A concorrente Gulfstream, desde 1967 no segmento, atua na aviação executiva, serviços governamentais e militares, além de missões especiais como vigilância costeira, alerta aéreo e outros, com operação em mais de 30 países. Mantém um escritório do programa de missões especiais que conta com gerentes e engenheiros de projeto com experiência para atender aos desafios mais exigentes. Dentre seus diversos modelos, o Gulfstream G450 é um dos de maior destaque. O jato pode transportar até oito passageiros por até 4.350 milhas náuticas (8.056 km). Com seu alcance intercontinental, o G450 conecta com facilidade Dallas a Paris, por exemplo. Seu cockpit é considerado a cabine de pilotagem mais avançada da aviação executiva. O G450 apresenta uma cozinha de bordo completa na parte dianteira ou traseira, com disposição para armazenar louças e talheres, um sistema de esterilização de água e cafeteira dupla, além de banheiros nas partes dianteira e traseira. É possível escolher entre seis configurações internas ou escolher uma configuração sob medida para personalizar o avião.

A brasileira TAM Aviação Executiva também se destaca neste seleto segmento. Parte do grupo TAM, fundado em 1961, momento em que iniciou suas operações com três pequenos aviões Cessna, é hoje líder de mercado na aviação comercial no Brasil, e seu segmento de aviação executiva vem crescendo consideravelmente. Desde 1982, a TAM Aviação Executiva passou a representar uma das maiores fabricantes de aeronaves executivas do mundo: a Cessna Aircraft Company. Em 2004, passou a ser representante de mais uma empresa do grupo Textron, a Bell Helicopter. A companhia atua tanto na venda de helicópteros e aviões como também no serviço de fretamento de jatos privativos. O modelo Cessna Citation CJ4 é o maior, mais rápido e mais avançado CJ já construído. Totalmente integrado, é equipado com aviônicas Pro Line 21 de quatro telas e possui o cockpit mais ergonômico da categoria, com capacidade para até sete passageiros e dois pilotos, em um alcance máximo de até 3.380 km a 45.000 pés. Seu interior evoluiu bastante em relação ao CJ3: possui nova linha de confortáveis assentos, além de janelas com maior visibilidade.

O modelo possui ainda sistema elétrico de comando das persianas, luzes e multimídia. Esse sistema inclui monitores individuais que exibem o mapa do vôo, além de entretenimento avançado, com filmes em Blu-Ray. Já o modelo Citation X é o jato executivo com consumo de combustível mais eficiente da sua categoria, podendo cruzar cerca de 5.689 km antes da primeira parada para reabastecimento – ou seja, é possível viajar de São Paulo a Brasília em apenas 1 hora ou de São Paulo a Nova York com apenas uma escala. O Citation X acomoda até oito passageiros e dois pilotos.

Adquirir um jato privativo ainda é para poucos, já que o investimento é alto e existe um custo fixo de manutenção do equipamento. Porém, optar pela compra de uma aeronave particular pode não ser apenas uma questão de luxo, conforto ou exclusividade, mas sim de economia. Muitos negócios no mundo corporativo podem depender da rapidez da viagem. Dependendo da necessidade da empresa ou do consumidor, vale a pena a compra de uma aeronave ou então apenas o fretamento eventual.

Aviação, Luxo no Brasil, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

Vôos customizados

Por Ricardo Ojeda Marins (Artigo publicado no site Gestão do Luxo da FAAP)

Cresce cada vez mais a busca por serviços de fretamento de aeronaves

Customização, privacidade e exclusividade. Talvez estes sejam alguns dos principais fatores que impulsionam o mercado de aviação executiva no Brasil. A economia de tempo e o tratamento personalizado proporcionados a passageiros de aviões privativos levam consumidores de alto poder aquisitivo a procurar esse serviço.

Enquanto as companhias de aviação comercial estão reduzindo custos e oferecendo menos opções de serviços, as empresas de fretamento de jatos, aeronaves e helicópteros investem na excelência de serviços e na customização. Desde modelos que comportam poucos passageiros a aeronaves de grande porte, essas empresas oferecem serviços que vão muito além da privacidade e exclusividade. Embarque e desembarque vip, facilidades nos aeroportos, economia de tempo por evitar filas comuns nas companhias aéreas são fatores importantes que levam consumidores de alto poder aquisitivo a utilizar esse serviço de alto luxo ao invés de vôos regulares.

A aviação executiva tem crescido a uma taxa anual de 7% no Brasil. Essa expansão pode ser explicada, em parte, pela busca dos consumidores de alta renda por conforto, privacidade, sofisticação e um serviço de bordo customizado. Outro fator fundamental é o aumento da renda do consumidor brasileiro da classe C, que possui um acesso cada vez mais facilitado às viagens aéreas. A demanda excessiva de passageiros na aviação comercial e a falta de investimentos em infra-estrutura justificam a crescente necessidade de evitar aborrecimentos como atrasos, cancelamentos, overbooking e filas nos aeroportos.

Além disso, executivos e empresários estão, cada vez mais, à procura de agilidade e flexibilidade para suas viagens de negócios, já que muitas cidades ainda não possuem vôos diretos com saída do Brasil. Evitar a perda de tempo com escalas ou conexões antes do destino final e customizar o trajeto de acordo com as próprias necessidades são as principais vantagens em optar pelo Private Jet. Quem viaja a trabalho leva em consideração o benefício de não ter que enfrentar a espera no check-in e a demora para retirada de bagagens.

Ainda que o serviço seja pra poucos, já que os preços são mais elevados, optar pela aviação executiva pode não ser apenas uma questão de luxo e conforto, mas sim de economia. Muitos negócios em grandes empresas podem depender da rapidez da viagem, e correr o risco de perder horas em aeroportos ou até mesmo por vôos cancelados pode acarretar prejuízos que façam valer a pena pagar pelo serviço de um jato privativo. Além disso, desperdiçar valiosas horas de trabalho ou diárias em hotéis pode representar um custo alto. Os custos de um vôo charter podem variar conforme o tamanho e a potência do motor do avião, tempo da viagem, distância e outros fatores, conforme a demanda do cliente.

O Brasil é hoje o segundo maior mercado de aviação executiva, atrás apenas dos Estados Unidos. De acordo com a Associação Brasileira de Aviação Geral (ABAG), a frota da aviação executiva brasileira possui cerca de 12.300 unidades no país e realizou mais de 830 mil vôos no ano passado. Atualmente há cerca de mil companhias dedicadas à aviação executiva no país, de acordo com a ABAG.

Interior de jato privativo da Líder Aviação: a companhia atua no fretamento e venda de aeronaves, helicópteros e outros serviços

Fundada em 1958, a renomada Líder Aviação é a maior empresa de aviação executiva da América Latina. Hoje está presente em mais de 20 aeroportos em todo Brasil, e conta com uma frota composta por mais de 80 aeronaves. Além do fretamento e gerenciamento de aeronaves, possui outras unidades de negócio, como venda e manutenção de aeronaves, operações de helicópteros, atendimento aeroportuário e outros. É hoje representante exclusiva da Hawker Beechcraft Corporation no Brasil, líder mundial em fabricação, design, vendas e suporte de produtos e serviços para aviação executiva. No fretamento de aviões, cada detalhe é minuciosamente cuidado por equipes altamente capacitadas. A partir da solicitação do cliente, são definidos e informados o melhor percurso, a aeronave mais adequada, tempo de vôo, serviço de bordo, infra-estrutura aeroportuária, oferecendo todo suporte para a execução de um vôo bem sucedido.

A britânica Chapman Freeborn também destaca-se por sua expertise em fretamento de aeronaves, com mais de 30 escritórios distribuídos em 5 continentes. Possui aeronaves executivas em nível nacional e global, com opções de aeronaves para passageiros particulares, grupos, empresas e também transporte de carga. A empresa oferece aviões fretados sob medida para conferências e grupos de incentivo, eventos especiais, lançamentos de produtos, equipes governamentais, configuração VIP de acordo com a necessidade do cliente, serviços de recepção em aeroportos, além de disponibilizar um gerente a bordo quando solicitado. Um de seus diferenciais é manter o responsável pela solicitação informado em tempo real sobre os detalhes de cada etapa do vôo, desde o encontro com os passageiros até o desembarque. Por não ser o operador, a Chapman Freeborn não fica restrita a determinadas aeronaves. Ela busca selecionar operadores e aeronaves de acordo com a necessidade de seus clientes, oferecendo as opções mais seguras e confortáveis para a satisfação dos passageiros.

Serviço de bordo customizado pela Chapman Freeborn: um dos benefícios e atrativos do fretamento de aeronaves privativas

A companhia aérea TAM, uma das principais companhias do mercado na aviação comercial brasileira, também está presente no segmento de aviação executiva. O fretamento na verdade faz parte do DNA da empresa, que nasceu com a prestação de serviços de táxi aéreo. Hoje sua unidade especializada em fretamentos dispõe de diversas aeronaves, desde a linha Citations até turboélices Caravan, com alcance de até 5800 quilômetros e autonomia de até 7 horas. A empresa também atua na venda de aviões e helicópteros, oferecendo a seus clientes produtos tailor made – estuda-se com detalhes as necessidades de cada cliente para proporcionar-lhe a aeronave mais apropriada ao seu perfil de utilização. Clientes TAM Aviação Executiva podem ainda desfrutar das Salas Vips equipadas com telefone, fax, internet, televisores, mesas para reunião e serviços exclusivos de copa e bar.

Exterior de aeronave da TAM Aviação Executiva: a companhia realiza fretamentos e venda de jatos, helicópteros e aeronaves

Interior de modelo de jato privativo TAM Aviação Executiva: capacidade para até 8 passageiros, ideal para uma viagem de família ou negócios

Clientes contam ainda com recepção VIP em aeroportos ou destinos específicos

Hotéis de Luxo, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

Cartões de crédito: muito além da exclusividade

The Platinum Card, da American Express

Por Ricardo Ojeda Marins (Artigo publicado no site Gestão do Luxo da FAAP)

Estes pequenos plásticos proporcionam o que há de melhor em benefícios e serviços em viagens e compras

Em movimento contrario à crise mundial, o Mercado de Luxo continua sem medo de ousar. E no segmento de serviços financeiros podemos comprovar essa tendência aqui no Brasil, com o crescimento da emissão de cartões de crédito voltados ao consumidor de alto poder aquisitivo.

Os cartões de crédito para o consumidor de alta renda são os que mais crescem no país. Segundo dados do Banco Central, esses cartões representam pouco menos de 5% do total. É quase o dobro do verificado há seis anos. Esses clientes são responsáveis por cerca de 14% da quantidade de transações e por 40% das receitas geradas pelos cartões. De acordo com as empresas do setor, o crescimento dessa base é um fenômeno não apenas no Brasil, mas em toda a América Latina, pelo aumento da renda e pela estabilidade financeira na região.

No Brasil, as bandeiras Visa, Mastercard e American Express detém esse seleto mercado. Mas que diferenciais têm efetivamente estes cartões, além de status e exclusividade? Como em outros segmentos no Mercado de Luxo, para o consumidor exigente e com alto poder aquisitivo, é necessário muito além de alta qualidade, excelência e perfeição. Esse consumidor busca, seja ao comprar um automóvel, um avião particular ou uma viagem, experiências extraordinárias e reais benefícios.

Os cartões de crédito investem, em geral, em benefícios geralmente voltados a acúmulo de milhas, seguros de viagem, serviços de Concierge e organização de viagens.

O The Platinum Card, da American Express é considerado o cartão mais elitizado do país. É o único no Brasil com o sistema “invitation only”, ou seja, somente através de convite é possível tornar-se associado do cobiçado cartão. Trata-se de um cartão de compras, sem limite pré-estabelecido de despesas, ideal para o consumidor que realiza com freqüência viagens a lazer ou a negócios no exterior. O cartão possui uma agência de viagens exclusiva e sem custo algum – o Platinum Travel Service – além de uma equipe de consultores especializados em turismo de luxo que organiza todos os detalhes de viagens, incluindo parte aérea, hotéis, jatos privativos e outros. O associado conta ainda com amenities como café da manhã, late check-out garantido até as 16 horas, upgrade de acomodação mediante disponibilidade e voucher para uso em Spas ou restaurantes em exclusivos hotéis ao redor do mundo, como Four Seasons, Plaza Athénée, Aman Resorts e outros. O cartão ainda oferece seguro para viagens a países que fazem parte do Tratado de Schengen, além de um departamento de Concierge pronto a auxiliá-lo em reservas em restaurantes, ingressos para espetáculos tanto no Brasil como no exterior.

Com uma anuidade de R$ 970, o The Platinum Card proporciona ainda a seus clientes benefícios como Salas Vips em aeroportos no Brasil e no exterior, assistência médica com coberturas de até 30 mil euros, segunda opinião médica em diversos hospitais dos Estados Unidos, um seguro de mais de R$ 2 milhões em casos de morte ou invalidez permanente decorrentes de acidentes em transportes públicos aéreos, assistência jurídica no exterior e outros. Possui também o Membership Rewards, programa de relacionamento que permite acúmulo de pontos que podem ser trocados por passagens aéreas, hospedagens em hotéis, produtos e serviços. Ao comprar sua passagem aérea através do Platinum Travel Service, o associado ainda acumula mais pontos. Em uma passagem de primeira classe, por exemplo, além das milhas da compra em si, o cliente acumula 10.000 pontos adicionais, além de contar gratuitamente com traslado de ida e volta para o aeroporto (válido para as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro). O cartão possui ainda a Revista Expressions, dirigida exclusivamente a associados, reunindo informações sobre viagens, serviços, gastronomia, entrevistas com personalidades e tudo o que há de novidades no segmento do luxo.

Clientes do Bradesco Private Bank e Bradesco Prime são em geral os novos convidados a receberem o cartão high-end da American Express no Brasil. A renda mínima mensal exigida é de R$ 20 mil. Desde 2006, a operação da marca americana pertence ao Bradesco, hoje o único banco no Brasil autorizado a emitir os cartões Membership da American Express.

Já a bandeira Visa no Brasil mira o consumidor premium com as versões Platinum e Infinite. O cartão Platinum Visa é atualmente emitido por 12 bancos brasileiros, como Bradesco, Safra, Banco do Brasil e outros, e conta com benefícios como seguros de acidentes pessoais e seguro de viagem para países que fazem parte do Tratado de Schengen. Sua renda mínima para associação é em torno de R$ 8 mil por mês, variando conforme o banco emissor. Sua taxa de manutenção custa em torno de R$ 300.

Já o Visa Infinite exige uma renda mínima mensal de R$ 20 mil, e traz os benefícios da versão Platinum, porém com valores mais elevados nos seguros de viagem para casos de morte ou invalidez permanente: enquanto o Platinum oferece uma cobertura de US$ 500 mil, o Infinite cobre US$ 1,5 milhão. Ambos oferecem a seus associados o Visa Luxury Collection, programa que reúne benefícios de viagens, tais como late check-out e upgrade mediante disponibilidade, café da manhã continental em hotéis de luxo como Mandarin Oriental, Park Hyatt e outros. O Visa Infinite ainda conta com seguro de extravio e de atraso de bagagem.

O cartão ainda poderá ajudá-lo a reservar uma mesa em restaurantes ou enviar presentes à família ou amigos, pois tem à disposição o Visa Concierge que, além disso, consegue também ingressos para espetáculos locais ou no exterior. O Visa Infinite é hoje emitido apenas pelo Bradesco, Banco do Brasil e Itaú-Unibanco. Associados ainda contam com um serviço exclusivo de assessoria de viagens que planeja, organiza e realiza as reservas para destinos ao redor do mundo. Sua anuidade custa, em média, R$ 500.

A bandeira Mastercard também possui o cartão Platinum e o Mastercard Black, versão mais luxuosa da bandeira. A versão Platinum conta com serviços especiais como Concierge, assistência na organização de viagens e um seguro contra morte ou invalidez com cobertura de US$ 500 mil. Sua renda mínima está em torno de R$ 7 mil mensais e anuidade de R$ 250, variando conforme o banco emissor. Já a versão Black exige renda mínima de R$ 20 mil mensais e custa cerca de R$ 600 por ano. Ambos hoje são emitidos por cinco bancos no país – Citibank, Bradesco, Itaú-Unibanco, Santander e Banco do Brasil. O Mastercard Black oferece benefícios em viagens, como upgrade de acomodação em hotéis de luxo como Fasano e Unique, um assistente pessoal exclusivo para ajuda na organização de uma viagem ou ainda escolher um presente. Seus clientes têm direito a um seguro de acidentes pessoais no valor de até US$ 1 milhão, com cobertura em caso de morte acidental ou invalidez.

Há ainda os cartões Co-branded, geralmente das bandeiras estrategicamente associadas a grandes marcas de segmentos como moda, automóveis e aviação. Os cartões TAM Itaucard Platinum nas bandeiras Visa e Mastercard, e Citibank AAdvantage, em parceria com a American Airlines, por exemplo, são geralmente adquiridos por clientes das companhias aéreas que viajam com freqüência. Eles reúnem benefícios exclusivos como prioridade de embarque em aeroportos, programa especial de acúmulo de milhas, entre outros.

Ícone do alto luxo – além das versões de cartões voltados ao consumidor de alta renda, o cartão mais raro e exclusivo do mundo é o The Centurion Card, da American Express. A versão black da renomada empresa representa o que há de mais exclusivo no segmento. Ainda não presente no Brasil, esse cartão foi criado há cerca de 11 anos e como o The Platinum Card, também é disponível somente através de convite. Porém, uma pequena diferença: estima-se que para ser escolhido como um futuro associado é necessário ter um perfil de gastos de cerca de US$ 250 mil por ano na versão Platinum. Associados ao The Platinum com este perfil são convidados a receber esta joia do serviço financeiro. Estima-se que, de um universo de 55 milhões de cartões emitidos pela empresa, apenas cinco mil são Centurion. Presente até o momento em países como Inglaterra, Estados Unidos e Canadá, sua anuidade está estimada em US$ 1 mil. Os benefícios, em geral, são voltados para o cliente de altíssima renda e que viaja com freqüência ao exterior. Além de possuir uma agência exclusiva de viagens, oferece upgrade de classe em vôos com as principais companhias aéreas internacionais, upgrade e condições especiais nos hotéis mais exclusivos, seguro de proteção para eventos cancelados ou não comparecimento por qualquer emergência, prioridade de embarque nos principais aeroportos, celular disponível em viagens, private shopping em lojas exclusivas ao redor do mundo e outros. Até mesmo sua página na internet pode ser acessada somente por clientes do cartão. Ao acessá-la, é possível observar uma frase singular: “Raramente visto, sempre reconhecido”. Isso mostra o quão restrito e exclusivo é o ambiente de serviços e informações ao cartão mais sofisticado do mundo.

The Centurion Card, o cartão mais exclusivo do mundo

Com alguns benefícios semelhantes e outros específicos e singulares de cada cartão, esses pequenos plásticos são, em geral, símbolo de status e exclusividade, porém todos os emissores tentam inovar proporcionando experiências, além do tratamento personalizado. No Brasil, por exemplo, clientes dos cartões Itaú Personnalité ganharam um lounge exclusivo, recém inaugurado em sua agência do Shopping Iguatemi em São Paulo. O requintado espaço proporciona a seus clientes degustações, apresentações musicais, consultoria em investimentos e pode ser ideal até mesmo para aproveitar a pausa das compras e ler uma revista ou tomar um café em um ambiente tranqüilo. Seu concorrente Bradesco Prime também investe em experiências agradáveis ao cliente: o banco possui 4 salas de cinema no Cinemark do Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, abertas também a não clientes. Suas poltronas são como as da classe executiva dos aviões – reclináveis e tem apoio para os pés – e com um formato em que é possível levantar o apoio de braço. Clientes do banco contam com tarifas especiais em dias específicos. No piso térreo do mesmo shopping há ainda o Visa Infinite Lounge. Café gourmet, capuccino, taça de prosecco e chocolates são alguns dos mimos oferecidos gratuitamente aos portadores dos cartões Platinum e Infinite no exclusivo espaço.

Espaços exclusivos, salas vips, seguros com valores milionários e serviços extraordinários em viagens. Estes benefícios são, sem dúvida, reais e atraentes. Poder realizar um check-out tardio em hotéis luxuosos, um upgrade de acomodação ou ainda acumular pontos representam um benefício monetário ao cliente. Muito além disso representam conforto e a real percepção de um serviço personalizado. Afinal, ser recebido num hotel com uma garrafa de champagne solicitada por sua agência de viagens com flores e um dizer personalizado é algo inesperado que fará com que o cliente sinta-se único e privilegiado. O serviço e a experiência proporcionados podem e farão, sem dúvida, toda a diferença. Atender, entender e encantar são ingredientes imprescindíveis para o sucesso em todos os segmentos de produtos e serviços de luxo.

Hotéis de Luxo, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

Hotelaria de luxo em Bali: GHM reabre sua Beach House no resort The Legian

Por Ricardo Ojeda Marins

De frente para uma enorme extensão de praia, o luxuoso The Legian é um dos principais resorts de Bali ao longo da área nobre de Seminyak, na costa sudeste. O resort conta com 67 suítes de diferentes opções, além de 11 luxuosas villas com piscina privativa, situadas em jardins perfumados. Há também um Lounge Club e serviços de mordomo.

Já a Beach House, opção de acomodação ainda mais exclusiva, passou por uma reforma e volta agora repaginada. Em um recanto especial e isolado do local, a Beach House tem 3 quartos, salas separadas, facilidades para refeições e uma suntuosa piscina de 16 metros com vista para o mar cintilante. Os serviços também não deixam por menos: você poderá usufruir de tratamentos de spa relaxantes em um cenário de um lindo jardim, ou simplesmente pedir uma massagem privada na sua suíte ou villa. Com design de Jaya Ibrahim, a luxuosa casa proporciona ainda vistas panorâmicas do Oceano Índico. O quarto principal é equipado com um banheiro de mármore, varandas de madeira e uma banheira no terraço com vista para o mar.

Os hóspedes também contam com serviço de mordomo 24 horas, um carro com chauffeur particular e a opção de um chef pessoal. A partir de US$ 2.700 por noite pode-se desfrutar dessa luxuosa experiência. A Beach House também pode ser reservada para eventos como casamentos e coquetéis.

Conheça mais detalhes:  http://www.ghmhotels.com/

Imóveis, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

O privilégio de viver como hóspede em seu próprio lar

Por Ricardo Ojeda Marins (Artigo publicado no site Gestão do Luxo da FAAP)

Hacienda Beach Club & Residences proporciona serviços de alto luxo a seus moradores

Liderando uma nova era de imóveis de luxo em Cabo San Lucas, região de Los Cabos, no México, o Hacienda Beach Club & Residences é um resort residencial em Medano Beach, no coração de Cabo San Lucas, que desde março deste ano oferece a oportunidade de compra ou locação de imóveis residenciais luxuosos, elegantes e confortáveis com acesso à melhor praia da região. Situado onde há 47 anos vinha funcionando o Hacienda Hotel, palco para os gostos de Bing Crosby, John Wayne e Desi Arnaz, este paradisíaco e vibrante empreendimento mantém sua qualidade em hotelaria de luxo, agora aliada a experiências extraordinárias oferecidas tanto a moradores quanto a hóspedes do resort, combinando o luxo, a excelência, o conforto e serviços personalizados sem perder a familiaridade de uma residência privada. O empreendimento também oferece opções de gastronomia, concierge, spa, pilates, yoga, personal-trainer, fitness e cursos de golf, além de impecável segurança e conforto.

Além das belas e modernas piscinas com vista para o magnífico Mar de Cortez, conhecido também como Golfo da Califórnia, restaurantes requintados e cabanas com piscinas privativas, Hacienda preservou a integridade das suas origens, incorporando esculturas, fontes e outros elementos arquitetônicos – incluindo a torre do sino original que serve de inspiração para o logotipo da marca Hacienda. Os sinos eram lendários em Cabo San Lucas. Como era tradição, a cada véspera de Ano Novo à meia-noite, moradores da cidade se reuniam em comemoração ao ouvir o toque dos sinos no Hotel Hacienda, que sinalizava o início de um novo ano.

As residências apresentam uma variedade de opções que atendem a necessidades e estilos de vida diferentes, com residências e penthouses de um a quatro dormitórios, com vista para o Mar de Cortez ou para a marina, e villas com quatro quartos à beira-mar com piscinas privativas. Todas as residências e villas são luxuosamente mobiliadas, tendo cozinha totalmente equipada, sala de jantar, e espaçosas salas de estar. Os privilegiados dispostos a adquirir uma unidade, desembolsam de US$ 750 mil a US$ 5,5 milhões. Já os interessados em locação para férias poderão escolher residências de um a quatro quartos, penthouses e villas à beira-mar. O valor da diária inicia em US$ 550, podendo chegar a US$ 3.250 conforme a unidade escolhida.

Hacienda é o resultado da união de líderes globais em investimentos imobiliários, que tornaram possível o sucesso no desenvolvimento desse empreendimento de alto luxo em Los Cabos. Hacienda firmou-se como um oásis à beira-mar, com fácil acesso ao centro da cidade, onde encontram-se atrativos de vida noturna, gastronomia e compras, além da marina. “A localização esplendorosa do Hacienda Beach Club & Residences realmente o distingue das outras ofertas de imóveis na região”, disse Dan Schwaegler, vice-presidente da Starwood Capital Group. “Em parceria com a The Koll Company e a Del Mar, estamos atendendo a uma demanda expressiva para o desenvolvimento de resorts residenciais, que proporcionam uma vida livre de estresse, oferecendo serviço personalizado e sofisticado, a poucos passos de toda a animação que a região do Cabo tem para oferecer. Nosso público é formado por investidores locais e estrangeiros”, diz ainda Schwaegler.

Localizado no extremo sul da Península de Baja California, e a apenas duas horas de avião de Los Angeles, Cabo San Lucas abriga os resorts mais luxuosos do México, alvo de desejo de muitos consumidores de alto poder aquisitivo. O seu clima é privilegiado com ventos agradáveis e com mais de 300 dias de sol por ano. Cabo San Lucas convida a um estilo de vida especial, com golfe, pesca em alto mar e esportes aquáticos, seja para momentos de lazer ou para moradia.

Conheça mais detalhes: http://www.haciendacabosanlucas.com/

Hotéis de Luxo, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

Marina Bay Sands: o alto luxo da hotelaria em Cingapura

Por Ricardo Ojeda Marins

Os apaixonados por viagens e turismo tem agora um novo destino para sua próxima aventura. Aventura de alto luxo, é claro. O Marina Bay Sands, em Cingapura. Como já esperado por hóspedes classe AAA, o luxuoso resort oferece quartos confortáveis, spa relaxante, concierge, atrações noturnas, restaurantes, arte moderna na decoração, bares e um cassino luxuoso. Mas o diferencial do Marina Bay Sands é realmente a sua piscina.

Localizada na cobertura do hotel, no 55º andar, esta é a maior piscina ao ar livre do mundo. Nada menos do que 150 metros de comprimento, dando a impressão de extravasar o horizonte. Seu conceito foi inspirado na construção de arrozais em terraços em Bali. As imagens da piscina, que tem três vezes as dimensões de uma piscina olímpica, chegam a impressionar.

O luxuoso e gigantesco hotel, que domina o horizonte de Cingapura, tem cerca de 2.500 quartos e suítes, restaurantes pilotados por renomados chefs como Guy Savoy e Mario Batali, teatros, um museu, um cassino e um pavilhão de cristal que abriga marcas de prestígio como Salvatore Ferragamo, Max Mara, restaurantes e ala de serviços. Ainda em 2010, marcas como Fendi, Chanel, La Perla e Emporio Armani também completarão o luxuoso e enorme espaço de compras do complexo hoteleiro. O Marina Bay Sands está representando crescimento para o turismo na cidade.

“Estamos comprometidos em oferecer o melhor de Cingapura – as melhores marcas e serviços extraordinários”, diz Thomas Arasi, CEO do Marina Bay Sands. O resort emprega 10 mil pessoas diretamente. Apenas o cassino do local é responsável por uma média de 25 mil visitas diárias, desde sua abertura há três meses.

Hotéis de Luxo, Mercado de Luxo, Viagens e Turismo

Waldorf Astoria leva o luxo da hotelaria para Shanghai

Por Ricardo Ojeda Marins

O hotel Waldorf Astoria Shanghai irá inaugurar um de seus dois prédios em setembro próximo, com o outro já programado para estrear até o final do ano. Situado no local onde funcionou antigamente o Shanghai Club (o famoso edifício histórico no The Bund), a luxuosa rede de hotéis leva para a China sua excelência em serviços de hotelaria.

Localizado no centro do The Bund, um boulevard da cidade que concentra numerosos restaurantes, hotéis de luxo e boutiques, ao lado do rio Huangpu e uma das cenas de postais mais fotografadas da cidade, o Waldorf Astoria Shanghai mistura a história e a cultura da região com a sofisticação do século XXI. O hotel dispõe de 269 quartos e suítes distribuídos por dois edifícios. Uma torre, recentemente construída, se conecta a um edifício histórico de suítes – The Waldorf Astoria Club. Esta jóia de arquitetura neoclássica construída em 1911 foi meticulosamente restaurada usando fotografias de arquivo e registros e ainda equipada com o que há de melhor do luxo contemporâneo. Tudo isso para proporcionar experiências inesquecíveis de viagem a seu hóspede nos tempos atuais. Este hotel de luxo de Shanghai promete ser o local ideal para os viajantes de alto poder aquisitivo e que buscam conforto, luxo e serviços extraordinários.

Cada edifício possui luxuosas suítes decoradas em estilo clássico europeu. Algumas das amenities incluem espaçosos closets, banheiros com acabamentos em mármore com banheiras e chuveiros separados, cortesia na sala de acesso à internet e instalações para café e chá. Muitos dos quartos do hotel terão vista para o The Bund, enquanto em outros, parte da vista será para edifícios históricos.

A gastronomia do hotel também demonstra uma real preocupação em satisfazer os desejos do consumidor de luxo, oferecendo dois restaurantes, um lounge e um bar. O restaurante servirá o melhor da moderna culinária americana inspirada na gastronomia do legendário Waldorf de Nova York, enquanto no último piso do hotel um restaurante chinês oferecerá iguarias asiáticas regionais.

Por outro lado, o salão e sua varanda serão ideais para casamentos e outros eventos sociais, como um high tea ou encontros mais pessoais.

Além de a segunda torre ter inauguração prevista para o final de 2010, o Waldorf Astoria está em plena expansão: a rede promete inaugurar, em 2011, uma unidade em Jerusalém e outra em Berlim. Já para 2013, Beverlly Hills, Montreal e Filadélfia serão privilegiadas com a chegada do estilo impecável e a sofisticação da luxuosa rede de hotéis.

Hotéis de Luxo, Mercado de Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

Hotel Claridge’s de Londres terá quartos assinados por Diane von Furstenberg

Diane von Furstenberg

Por Ricardo Ojeda Marins

O estilo e a assinatura da designer Diane von Furstenberg darão o que falar em Londres, a partir de Junho de 2010, data prevista para ser revelado seu primeiro projeto de interiores para algumas suítes do Claridge’s Hotel, em Mayfair, região central de Londres. Claridge’s, considerado uma jóia “art deco” em Mayfair, esteve sempre na vanguarda do design e Diane von Furstenberg, uma hóspede de longa data e amiga do hotel, contribuirá com suas icônicas  estampas e cores fortes, e também com peças originais de mobiliário para o luxuoso hotel.

A renomada designer é uma hóspede e amiga de longa data do hotel. Claridge’s e Diane von Furstenberg têm desfrutado de uma relação íntima desde 1970 e inclusive algumas de suas coleções passadas foram inspiradas no famoso hotel.

“Estou muito animada e lisonjeada por desenhar quartos para o meu hotel favorito,” disse von Furstenberg em sua sede em Nova York. “É o máximo da hotelaria de luxo. Tenho me hospedado lá por 30 anos. Eu o considero a minha “casa” longe de casa”, diz ainda Diane.

Diane criou tapetes, móveis, tecidos e mantas de cashmere para o projeto. Na sua sede em Manhattan, ela apresentou quadros de design e explicou que ainda deu atenção especial para peças de mobiliário. Cores ousadas e estampas com desenhos de animais prometem unir o moderno com o clássico.

Nossa colaboração com a talentosa Diane von Furstenberg é a mais recente história dentro da nossa história de design com visão de futuro,” diz Stephen Alden, CEO do Maybourne Hotel Group, grupo proprietário do luxuoso hotel. “O amor pessoal de Diane e sua paixão pelo Claridge’s oferecem uma perspectiva única, sua base para executar sua visão criativa,” diz ainda Stephen.

Em 23 de junho, os cinco primeiros e tão esperados quartos serão revelados. Von Furstenberg está projetando mais de 20 quartos no total para o hotel londrino.

Claridge's London Afternoon Tea

Cruzar a porta de entrada do Claridge’s é uma experiência inesquecível, graças ao design magnífico dos ambientes e um dos serviços mais atenciosos e cordiais da capital britânica. A combinação de sofisticação e de glamour de mais de um século fazem do Claridge’s um luxuoso mundo à parte. E agora, a união de sua expertise na hotelaria de luxo com o talento renomado de Diane Von Furstenberg, os apaixonados por luxo, moda e serviços extraordinários terão mais do que uma desculpa para dar um pulo a Londres.

Vale lembrar que, seguindo a tradição britânica, o hotel oferece diariamente o Afternoon Tea, com mais de 30 tipos de chás de todo o mundo e uma seleção de pães e doces de pâtisserie. Com apenas algumas libras a mais, pode-se desfrutar do Champagne Afternoon Tea, tarde de chá à qual pode-se acrescentar uma taça de champagne a ser escolhida.

Hotéis de Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

Mandarin Oriental reúne jogadores de Golf na Tailândia

Por Ricardo Ojeda Marins

A rede de hotéis de luxo Mandarin Oriental atrairá jogadores e apaixonados por Golf. O luxuoso hotel organizou um torneio do elitizado esporte, que será realizado de 9 a 13 de Maio de 2010. Jogadores e aspirantes nacionais e internacionais serão muito bem vindos ao primeiro evento realizado pela unidade Dhara Dhevi, em Chiang Mai, Tailândia.

O torneio ocorrerá com os 3 melhores cursos de Golf do local – The Alpine Golf Course, Chiang Mai Highlands Golf Course e the Royal Chiang Mai Golf Club. Greg Liddell, gerente geral do resort, disse “Estamos muito entusiasmados em colocar em cena pela primeira vez o Dhara Dhevi Golf Challenge e ansiosos para dar as boas-vindas a nossos jogadores e hóspedes. Além do esporte, os convidados poderão usufruir da acomodação luxuosa, cozinha internacional, além dos tratamentos do spa, ingredientes que proporcionarão uma estadia perfeita.”

O pacote para o evento inclui 4 noites de hospedagem, café da manhã, traslados, além dos 3 dias de torneios. Os que não forem desfrutar do Golf, receberão crédito para terapias no spa. Além da  visível preocupação com o cliente do alto luxo, o grupo Mandarin Oriental Hotels busca proporcionar a seu hóspede o privilégio de experiências e sensações memoráveis, através de sua ampla rede de serviços, como cursos gastronômicos, esportes, eventos culturais e outras atividades. Para quem vai se casar, uma notícia tentadora: a expertise do hotel na arte de receber aliada aos locais fabulosos de suas unidades, permitirão tornar seu casamento um dia inesquecível (e para seus convidados certamente!), combinando todo esse brilho com a paz de espírito. E quando a festa acabar, você terá à disposição spas e serviços extraordinários, com muitas oportunidades para relaxar e saborear as celebrações durante sua lua de mel.

Conheça mais detalhes do Mandarin oriental em Chiang Mai: http://www.mandarinoriental.com/chiangmai/

Mercado de Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

Oceania Cruises lançará navio de luxo com suítes assinadas por Ralph Lauren

Por Ricardo Ojeda Marins

Quem gosta de viajar em alto mar e em alto estilo ganhará um belo presente no próximo ano. E os apaixonados pelo estilo Ralph Lauren vão sentir-se ainda mais privilegiados. Marina: esse é o nome do novo navio de alto luxo criado pela Oceania Cruises. Dedicado ao consumidor do alto luxo, oferecerá em suas maiores suítes decoração completa da grife Ralph Lauren Home.

O Marina tem a capacidade para cerca de 1250 passageiros, com mais de 600 cabines, sendo 90% delas com varanda, além de 10 restaurantes, parte deles restaurantes gourmet, além de bares e salões. A bordo os passageiros terão à sua disposição os serviços do Canyon Ranch SpaClub, com fitness center, piscina, massagens e jacuzzis. Os amantes da gastronomia contarão com oficinas de culinária no Bon Appétit Culinary Center.

Owner Suítes, nome dado às suítes decoradas pela Ralph Lauren Home, tem hall com mármores, e lambris. A decoração inclui bar, sofás, piano de cauda, sala de jantar e living amplos com vários ambientes, e grandes paredes envidraçadas que se abrem para terraços com pleno domínio da paisagem. Tudo isso poderá ser sentido e usufruído em um espaço de 230 metros quadrados. O conceito da marca Ralph Lauren pode ser notado em cada detalhe da sofisticada decoração do quarto com paredes, sofás e cama recobertos por cashmere, bem como nas luminárias e sofás que complementam o ambiente.

A Oceania Cruises soube unir sua expertise de viagens de luxo à expertise de moda homeware de altíssimo bom gosto da grife americana Ralph Lauren, proporcionando a seu consumidor uma viagem repleta de sensações, prazeres e ainda fazer com que ele tenha a sensação de estar no conforto de sua própria casa, mesmo que ele esteja a muitos quilômetros de distância. É praticamente um perfeito e requintado “apartamento” assinado por Ralph Lauren.

Estima-se que os roteiros do Marina tenham divulgação até o final de 2010, início de 2011. Tempo suficiente para sonhar com essa viagem e planejá-la para um momento especial.

Conheça mais detalhes: http://www.oceaniacruises.com/

Hotéis de Luxo, Negócios do Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

Grife Louis Vuitton investe em hotéis de luxo

Por Ricardo Ojeda Marins

O grupo LVMH, maior conglomerado de grifes de artigos de luxo, vai entrar no negócio de gestão de hotéis de alto luxo, através de uma parceria inicial com a companhia egípcia Orascom Development Holdings para a construção de dois complexos turísticos no Oriente Médio.
Os hotéis portarão a marca Cheval Blanc, a mesma do complexo de esqui inaugurado na França em 2006 pelo Group Arnault – holding familiar de Bernard Arnault – presidente do conselho da LVMH.

Os hotéis também destacarão algumas das demais marcas do grupo LVMH -o resort Cheval Blanc, em Courchevel, estrelado no guia “Michelin”, oferece lojas Louis Vuitton e Dior, bem como um spa com a grife Givenchy.

Diversas marcas de moda e de luxo se diversificaram para o ramo da hotelaria, entre as quais Armani, Bulgari, e Versace. Seguindo essa tendência, a Louis Vuitton não poderia ficar de fora. A grife francesa é considerada uma das mais desejadas e alvo de cópia pelo mundo, um ícone do segmento, além de ser uma das grifes mais importantes do grupo LMVH, detentora também de marcas como Fendi, Acqua di Parma e Moët & Chandon.

A estratégia do grupo francês segue uma tendência de atrelar marcas consagradas à empreendimentos de serviços de luxo e que traz vantagens a todos do empreendimento. O grupo LMVH receberá royalties de seus parceiros e terá a oportunidade de exibir suas marcas. Os dois primeiros hotéis, que devem ser inaugurados em 2012 no Egito e em Omã, serão financiados majoritariamente pela Orascom. A LVMH administrará as casas e receberá uma porcentagem do faturamento e dos lucros. Os projetos custarão cerca de US$ 100 milhões, e a Orascom entrará com parte do valor, sendo o restante do capital vindo de outros investidores, entre eles o governo de Omã e bancos.

O hotel em Omã será um complexo de 32 casas privativas, a menor das quais com área de 500 metros quadrados. Todas elas terão praia e piscina exclusivas. No Egito, o hotel de 40 suítes ficará em uma ilha no rio Nilo, em Aswan.

Conheça mais sobre o grupo LMVH: http://www.lvmh.com/

Fechar