Tag

Mercado de Luxo

Casa e Decoração, Luxo no Brasil, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo

Missoni Home abre sua primeira loja em São Paulo

Por Ricardo Ojeda Marins

Já reconhecida e admirada no mundo da moda, a marca Missoni também atua no segmento de casa e decoração, com produtos como sofás, tapetes, cortinas, roupas de cama, sempre com seu estilo marcante, grafismos, ilustrações e muitas cores. A grife italiana que já está presente nos shoppings Iguatemi São Paulo e Iguatemi Brasília com suas coleções de moda masculina e feminina, prestigia agora a cidade de São Paulo ao inaugurar sua primeira loja de homeware na América Latina.

Localizada no luxuoso e tranqüilo bairro da Vila Nova Conceição, a loja foi inaugurada há alguns dias e contou com a presença de Christopher Philips, diretor da Missoni Home para as Américas e renomados arquitetos, decoradores e empresários do segmento. A nova loja tem 400 metros quadrados dedicados à linha casa, com móveis para área interna e externa, roupas de cama, mesa, banho, louças e vários objetos de decoração, tudo com o estilo inconfundível da Missoni. Todas as peças são trazidas da Itália. A coleção exposta aqui e os lançamentos ocorrem simultaneamente com as demais lojas do exterior. É uma ótima opção para quem gosta de viver em um ambiente colorido e moderno.

Fundada em 1953 por Ottavio e Rosita Missoni, a Missoni sempre foi muito prestigiada por suas coleções, desenvolvidas a partir de malhas de altíssima qualidade e cores vibrantes. A coleção de homeware nasceu por volta dos anos 80, inicialmente com uma linha de roupas de cama. Depois, foram criados tapetes, tecidos para revestir almofadas e pufes, chegando então aos móveis e outros objetos de decoração.

De acordo com Rosita, as peças da Missoni Home não apenas reproduzem o padrão já consagrado da marca, mas sim refletem seu DNA e a maneira como seus criadores idealizam o morar.

A grife promete para outubro deste ano um workshop no Brasil apresentando o conceito da coleção 2011, que será lançada no mês de janeiro, em Paris.

Alimentos e Bebidas, Luxo no Brasil, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo

Chocolates Valrhona: o luxo francês também pode ser apreciado no Brasil

Por Ricardo Ojeda Marins

Berço do luxo, a França é reconhecida por suas criações em diversos segmentos, como moda e acessórios, bebidas e perfumes. Apesar de menos evidente entre suas criações, o chocolate também é um ícone merecedor da apreciação do consumidor com alto nível de exigência. A marca Valrhona, maior fabricante de chocolates premium no mundo, presenteou a cidade de São Paulo com a abertura de sua aconchegante loja. A marca chegou discretamente ao varejo de luxo do Brasil no início de 2010 com um quiosque no Shopping Iguatemi e agora amplia sua presença por aqui com uma loja própria e com um conceito diferente. É sua primeira loja-lounge fora da França. Após algumas experiências com corners em lojas de luxo francesas, como a Galeries Lafayette e a Printemps, a marca escolheu a Alameda Lorena, no coração dos Jardins, para sua loja-conceito.

Os chocolates Valrhona, como os melhores vinhos, são fabricados com um blend de diversos tipos de cacau cultivados em diferentes regiões do mundo, o que confere a cada tablete um sabor único e excepcional. A nova loja propõe a harmonização de seus chocolates com café, chá, vinhos e sobremesas apreciadíssimas, trazendo ao público brasileiro novo conceito de sabor e novas maneiras de apreciar um chocolate gourmet. Bem distantes das variedades comuns de chocolate, que contém grande quantidade de gordura hidrogenada e açúcar, o chocolate gourmet é menos doce, muito mais saboroso e benéfico à saúde.

A carta de cafés da casa foi criada pelo Octávio Café, com cinco opções de harmonização com chocolates, além de cappuccinos e outras bebidas feitas com os produtos Valrhona. Já a carta de chás, criada exclusivamente pela A Loja do Chá, contempla oito opções de harmonizações com diversos tipos de chocolates. O chocolate lounge também terá uma linha de sorvetes e sobremesas exclusivas feitas com os produtos da marca francesa.

Além da excelência em seus produtos, a marca prima também pela alta qualidade de seus serviços. A elegante loja conta com um staff bilíngüe e muito bem treinado para explicar aos clientes detalhes de toda sua linha de produção, bem como das melhores combinações entre chocolates e bebidas. Há duas áreas mais reservadas com poltronas e cadeiras confortáveis, próprias para conversas e até mesmo reuniões mais relaxadas e informais. A loja conta ainda com acesso WiFi. Além de deleitar-se com essas verdadeiras joias comestíveis, pode-se encontrar a linha de 25 tipos de bombons vendidos a granel, com sabores refinados como mousse de pêra, limão e tiramissu, ou recheados com frutas, nozes e frutas secas.

Fundada em 1922, a Valrhona é protagonista de uma longa história de sabor. Reconhecida pelos maiores profissionais como criadora e expert em chocolates finos, Valrhona conquistou o mundo dos gourmets, convidando-os a descobrir sensações inéditas e requintadas. Presente em diversos países do mundo e com sede no vale do Rio Rhône, ao sul da cidade de Lyon, na França, a grife é atualmente uma das líderes mundiais de produção de chocolate de alta qualidade, mantendo a Ecole du Grand Chocolat, escola para profissionais centrada no ensido da culinária e doçaria com chocolate.

Vale a pena também uma visita à loja online da marca: http://www.valrhona-chocolate.com/

O Chocolate Lounge da Valrhona fica na Alameda Lorena, 1818 – São Paulo – SP (Fone +55 11 3068-8899)

Hotéis de Luxo, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

Marina Bay Sands: o alto luxo da hotelaria em Cingapura

Por Ricardo Ojeda Marins

Os apaixonados por viagens e turismo tem agora um novo destino para sua próxima aventura. Aventura de alto luxo, é claro. O Marina Bay Sands, em Cingapura. Como já esperado por hóspedes classe AAA, o luxuoso resort oferece quartos confortáveis, spa relaxante, concierge, atrações noturnas, restaurantes, arte moderna na decoração, bares e um cassino luxuoso. Mas o diferencial do Marina Bay Sands é realmente a sua piscina.

Localizada na cobertura do hotel, no 55º andar, esta é a maior piscina ao ar livre do mundo. Nada menos do que 150 metros de comprimento, dando a impressão de extravasar o horizonte. Seu conceito foi inspirado na construção de arrozais em terraços em Bali. As imagens da piscina, que tem três vezes as dimensões de uma piscina olímpica, chegam a impressionar.

O luxuoso e gigantesco hotel, que domina o horizonte de Cingapura, tem cerca de 2.500 quartos e suítes, restaurantes pilotados por renomados chefs como Guy Savoy e Mario Batali, teatros, um museu, um cassino e um pavilhão de cristal que abriga marcas de prestígio como Salvatore Ferragamo, Max Mara, restaurantes e ala de serviços. Ainda em 2010, marcas como Fendi, Chanel, La Perla e Emporio Armani também completarão o luxuoso e enorme espaço de compras do complexo hoteleiro. O Marina Bay Sands está representando crescimento para o turismo na cidade.

“Estamos comprometidos em oferecer o melhor de Cingapura – as melhores marcas e serviços extraordinários”, diz Thomas Arasi, CEO do Marina Bay Sands. O resort emprega 10 mil pessoas diretamente. Apenas o cassino do local é responsável por uma média de 25 mil visitas diárias, desde sua abertura há três meses.

Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Varejo de Luxo

Drogaria Iguatemi é reinaugurada com conceito de boutique de bem-estar

Por Ricardo Ojeda Marins

Com nada menos que 40 anos de existência, a Drogaria Iguatemi inova mais uma vez com um conceito de boutique de bem-estar em sua loja do Shopping Iguatemi São Paulo, um dos endereços mais elegantes e sofisticados da cidade. A loja, reinaugurada na semana passada, passou por uma completa reestruturação, cujo objetivo foi transformar o local em um espaço único voltado à beleza, à saúde e ao bem-estar de seus clientes, seguindo o objetivo da empresa desde a sua criação: proporcionar um novo conceito de farmácia tornando possível, a venda de medicamentos, cosméticos e perfumaria num ambiente aconchegante e de maneira diferenciada.

A agência européia Bloom Consulting, com sede em Madrid e especialista em estratégias de fortalecimento de marca, foi responsável pela nova identidade visual da Drogaria Iguatemi. A idéia do projeto foi concebida para agregar à comunicação conceitos como luxo, versatilidade, dinamismo, beleza e bem-estar, valores já incorporados à imagem da empresa. O novo logo mantém as iniciais da rede, mas com um design moderno e sofisticado.

A preocupação da empresa vai muito além de um espaço físico luxuoso. Há o compromisso de garantir um atendimento personalizado, através de uma equipe de profissionais composta por farmacêuticos, consultoras e maquiadores treinados para prestar um ótimo atendimento. “Somos responsáveis por constantemente identificar, validar e promover as melhores tendências e soluções relacionadas a bem-estar. Nossas consultoras de vendas entendem as necessidades do nosso cliente e sempre estão prontas para apresentar as novidades, de acordo com recomendações dermatológicas e de especialistas das marcas”, diz Leonardo Diniz Jorge, diretor da empresa. São mais de 2 mil lançamentos ao ano que vão de produtos do cotidiano aos mais raros e sofisticados.

Após a grande reforma que envolveu um investimento aproximado de R$ 1 milhão, o espaço conta com piso de mármore e fibra de vidro, um lustre com 4.500 cristais importados da Áustria, além de mobília confeccionada para facilitar ainda mais a localização e a acessibilidade dos produtos.

A nova loja chega com um aumento criterioso em seu mix de produtos com 20 novas marcas, como L’Occitane, esmaltes Orly, linha capilar J.F. Lazartigue e a grife de maquiagem inglesa Eyeko.

Além da loja-conceito, a Drogaria Iguatemi também está presente nos shoppings Market Place e Iguatemi Campinas, e negocia para 2011 a abertura de mais três lojas. Uma delas será localizada no Shopping Iguatemi Alphaville, estando as outras ainda em planejamento. Para este ano, a rede espera crescer 25% em vendas.

Mercado de Luxo, Moda e Acessórios, Negócios do Luxo

Ferrari abre nova loja em Nova York

Fachada da loja Ferrari na Park Avenue

Por Ricardo Ojeda Marins

A italiana Ferrari abriu há cerca de alguns dias sua nova loja em Nova York. A 37ª loja da marca oferece uma variedade de roupas e acessórios para seus apaixonados que vivem o lifestyle Ferrari. O espaço de 200 metros quadrados fica na esquina da Park Avenue com a 55th Street, lugar privilegiado de Manhattan, a apenas alguns passos de seu show-room e da famosa Madison Avenue, vizinho de marcas também prestigiosas como Montblanc, Stefano Ricci, Botega Venetta e outras.

A abertura do novo espaço foi uma homenagem aos 60 anos de existência da Ferrari, ícone do esporte automotivo e do mercado de alto luxo em que a marca se posiciona. O projeto foi criado pelo Studio Iosa Ghini, empresa italiana especialista em design, evocando a velocidade de um carro de Fórmula 1.  A ampla fachada de vidro permite aos transeuntes uma visão clara do interior da loja, seus vídeos e painéis gráficos. Ali, consumidores entusiastas da Fórmula 1, tem à sua disposição uma enorme variedade de produtos dessa linha. Miniaturas e modelos de cada época, e a coleção Cavallino, composta de acessórios e roupas esportivas complementam o moderno e atraente espaço.

Interior da loja, templo do consumo dos amantes da velocidade

Já presente com lojas em diversos países, em cidades como Londres, Barcelona, Milão, Miami, Dubai e outras, a Ferrari planeja inaugurar mais de 60 novos pontos-de-venda focados em varejo de moda e acessórios nos próximos 2 anos na Europa, América e Oriente.

Vale também visitar a loja virtual da Ferrari, onde você poderá sonhar e comprar: http://store.ferrari.com/en/

E-commerce de Luxo, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo

Grupo LVMH adquire a brasileira Sack’s

Por Ricardo Ojeda Marins

O visível crescimento do mercado de luxo no Brasil continua atraindo grifes estrangeiras a desembarcarem por aqui. A Sephora, rede francesa multimarcas, escolheu o Brasil para iniciar suas operações na América Latina. O grupo LVMH, maior conglomerado de marcas de luxo e controlador da Sephora, adquiriu 70% do controle da Sack’s, maior empresa brasileira de e-commerce voltado a produtos de perfumaria e cosméticos de marcas prestigiosas como Dolce & Gabbana, Carolina Herrera, Giorgio Armani, Chanel, Christian Dior, Lacoste e outras.

O grupo almeja uma expansão agressiva no Brasil. Além da presença online, o objetivo da empresa é inaugurar, dentro de 18 meses, as primeiras lojas Sephora no Brasil. Estima-se que o valor do negócio seja em torno de R$ 300 milhões, porém não há essa confirmação por parte do grupo. Carlos André Montenegro, sócio-fundador da Sack’s, será o CEO e o presidente do conselho da empresa que, junto a Marcelo Franco e Albatroz Participações, seus atuais sócios, terão participação em 30% do negócio.

Há alguns anos a Sephora planejava iniciar operações na América Latina e nos últimos meses cogitou Brasil e México para abertura de lojas. Para Montenegro, o relacionamento antigo da loja online com o grupo francês ajudou a empresa a optar pelo Brasil. “Temos um bom relacionamento há dez anos. Os produtos mais vendidos na Sack’s hoje, por exemplo, são da marca Dior, que pertence ao grupo. O LVMH acompanhou o crescimento do site e o sucesso da nossa operação”, avalia  ainda Montenegro. Em 2009, a Sack’s teve faturamento de R$ 100 milhões.

Montenegro afirmou também que a empresa estuda a possibilidade de fabricação de produtos de maquiagem da LVMH no Brasil, por conta da alta carga tributária no país, pretendendo com isso tornar os preços mais competitivos frente a concorrentes nacionais.

De acordo com Silvio Passarelli, diretor do MBA em Gestão do Luxo da FAAP, a estabilização e a diversificação da economia brasileira foram os fatores que chamaram a atenção do grupo LVMH, assim como vem ocorrendo com outras empresas do segmento  premium. “O crescimento do consumo de produtos premium no Brasil é grande e já mostrou ser sustentável”, diz Passarelli ao jornal O Estado de São Paulo.

Depois do Brasil, Argentina e Chile serão os próximos alvos da expansão da marca na América Latina.

E-commerce de Luxo, Mercado de Luxo, Moda e Acessórios, Varejo de Luxo

Burberry lança nova campanha publicitária interativa

A nova campanha digital da Burberry

Por Ricardo Ojeda Marins

A grife britânica Burberry está mais do que presente no mundo digital e agora, inspirando-se em seu desfile que foi transmitido em 3D no mês de fevereiro deste ano, a marca lançou sua campanha publicitária digital, permitindo aos visitantes do site interagir com os modelos e com os produtos da nova coleção. Basta movimentar o mouse sobre os personagens e objetos que eles se movem na tela. As imagens giram em até 180 graus, permitindo conhecer cada ângulo das peças.

Bolsa com o famoso xadrez da marca, disponível online por £ 895 (R$ 2.506)

“Desejo que quem veja nossa campanha não enxergue apenas imagens, mas sinta-se parte do que nós criamos”, disse Christopher Bailey, diretor criativo da marca, ao site de tendências WWD. Ele vê a campanha digital como uma extensão do tão comentado desfile da coleção outono-inverno.

O fotógrafo escolhido para a campanha foi Mario Testino, e as fotos realizadas na Pinewood Studios, em Londres e contou com um casting formado pelo ator Douglas Booth, as modelos Nina Porter e Rosie Huntington-Whiteley, além de músicos como Gwilym Gold, Samuel Fry e outros. A campanha foi lançada em 25 de junho, no site da Burberry e em sua página nas redes sociais Facebook, Twitter e Youtube. De acordo com o WWD, cerca de 40% da verba de publicidade da Burberry é gasta atualmente no meio digital.

Deixando sua fama conservadora bem longe, a Burberry, fundada em 1856, oferece hoje moda masculina e feminina de luxo e bom gosto, além de proporcionar uma experiência  inovadora online, trazendo em cada estação uma novidade tecnológica para seus consumidores e admiradores, além é claro, de suas excelentes criações.

Bolsa da nova coleção da grife, vendida por £ 775 (R$ 2.170)

Mercado de Luxo, Moda e Acessórios, Negócios do Luxo, Varejo de Luxo

Louis Vuitton surpreende com sua nova flagship em Londres

Fachada da loja que fica na New Bond Street

Por Ricardo Ojeda Marins

Quando a grife francesa Louis Vuitton abre uma nova loja, ela tem um jeito particular de chamar a atenção das pessoas. Com a nova flagship da marca, em Londres, não seria diferente. Uma verdadeira maison em plena prestigiosa New Bond Street, ícone do varejo de luxo da capital britânica. São três andares e 1.500 metros quadrados com acessórios de alto luxo, joias e roupas da renomada marca. Estima-se que £ 30 milhões (cerca de R$ 84 milhões) teria sido o valor investido no empreendimento. Yves Carcelle, CEO da marca, não confirma, porém garantiu que valeu a pena. Ainda segundo ele, a grife investe anualmente cerca de £ 215 milhões com suas lojas. O projeto da loja é do arquiteto Peter Marino, famoso por seus trabalhos em Nova York e em diversos países. Em seu interior há obras de arte originais de Gilbert & George, Jeff Koons e Michael Landy. Há uma escadaria de vidro que atravessa todo o edifício, com displays de LED no chão, que mudam constantemente.

As desejadas bolsas e malas da grife francesa

O primeiro andar é dedicado à moda feminina e calçados, e também abriga uma biblioteca com o que há de melhor em livros de arte contemporânea britânica, bem como obras raras de artistas como Anish Kapoor e Gary Hume. No piso inferior fica a área destinada ao público masculino. No piso térreo podem ser encontrados acessórios e obras originais de nomes como Richard Prince e Takashi Murakami. Já no segundo andar fica a sala reservada a um número restrito de clientes, acessível apenas por convite. Para marcar a abertura, Katie Grand comandou uma “mini-retrospectiva” das criações de Marc Jacobs durante os 12 anos de sua colaboração à marca. Carcelle e Bernard Arnault, CEO do grupo LVMH, conglomerado de grifes de luxo que detém a marca Louis Vuitton, ofereceram um jantar de gala repleto de fotógrafos e representantes da alta sociedade para celebrar.

Pode parecer controverso, estando o mundo ainda se recuperando dos efeitos da crise, além de a zona do euro enfrentar um colapso potencial, ter a Louis Vuitton gasto uma verdadeira fortuna na abertura de uma loja que vai vender suas famosas bolsas por muitos milhares de libras. Conforme disse Carcelle, apesar dos problemas econômicos do mundo, a demanda por nossos produtos está crescendo. “No ano passado, nós apreciamos o crescimento mundial de dois dígitos.” Então, diz ele, as pessoas estão mais cautelosas no sentido de que produto comprar, escolhendo por exemplo, dois itens ao invés de três, mas selecionados com cuidado e atenção. “Portanto, há uma busca em torno da qualidade, durabilidade e apelo atemporal de nossos produtos”, diz ainda Carcelle. Harold Tillman, presidente do British Fashion Council, concorda. “Há um ano, com a crise mundial, as pessoas diziam que o mercado de bens de luxo estava em seu fim, mas aqui estamos nós”, diz Tillman.

Apesar das aparências de “sem crise”, é realmente um momento extremamente sensível para a Louis Vuitton, diz Carcelle: o foco está em fazer o máximo com sua já marcante presença no varejo de luxo, tornando-a mais produtiva e eficaz no fortalecimento da marca. Mas a ênfase é, para o momento, investir na produtividade das lojas existentes ao invés de expansão, o que analistas estão chamando de otimização do varejo.

Detalhes da luxuosa escadaria de vidro

Mercado de Luxo, Moda e Acessórios, Negócios do Luxo, Varejo de Luxo

Victoria’s Secret abrirá loja em Londres e planeja abertura no Brasil

Por Ricardo Ojeda Marins

Objeto de desejo de mulheres do mundo todo, as lingeries da grife Victoria´s Secret e seus produtos de beleza ganharão espaço próprio na capital britânica. A marca começa agora a expandir seus domínios por outros países, além dos Estados Unidos e Canadá. Sua primeira loja será em Londres, e o Brasil também está em seus planos.

Segundo a edição inglesa da revista Vogue, o espaço escolhido para a grife fica num dos melhores locais de varejo de luxo em Londres: a esquina da New Bond Street com a Brook Street, espaço de nada menos que 16.500 metros quadrados e a alguns passos de outras grifes prestigiosas como Miu Miu, Jo Malone e Ralph Lauren, e ocupará o local da atual loja Pringle of Scotland, que está reformulando sua estratégia de varejo e o formato de seus pontos de venda. A Pringle encerra suas atividades até o mês de Julho desse ano e a Victoria´s Secret deve ser inaugurada somente em 2012.

Já presente no Brasil com corners nas lojas do Duty Free do Aeroporto Internacional de São Paulo (Guarulhos), a marca também planeja chegar por aqui com loja própria, que deverá ser em algum dos shoppings focados no segmento premium e luxo. Os shoppings Iguatemi, Cidade Jardim e JK Iguatemi certamente estão no alvo do grupo Limited Brands, proprietário de marcas como Victoria’s Secret, La Senza e outras.

Hotéis de Luxo

Hotel Four Seasons de Nova York: o alto luxo à sua disposição na suíte mais cara da cidade

 

Com um preço de nada menos que US$ 34mil (cerca de R$ 64mil) por noite, a cobertura do luxuoso hotel Four Seasons de Nova York foi considerada a hospedagem mais cara da cidade. O preço pode ser assustador, mas os recursos oferecidos são de alto luxo, além dos serviços impecáveis que fazem da rede de hotéis uma das mais desejadas por passageiros ao redor do mundo.

A cobertura possui 9 quartos com paredes revestidas de laca francesa artesanal e detalhes incrustados de madrepérola. Com um personal trainer e mordomo à disposição para atender a todos os seus caprichos, não é difícil ver por que a suíte é a última palavra em hotelaria de luxo. Tudo isso no 52º andar do hotel. Dá para fazer uma idéia da vista para toda a cidade. O apartamento possui uma biblioteca, uma sala de relaxamento com uma cachoeira própria com granito importado da África do Sul e spa privativo. O luxo não para por aí. Os banheiros possuem uma banheira e pias feitas de cristal sólido.

Um dos quartos com vista para o Central Park

Dentre diversas amenities, vale mencionar o uso ilimitado de um Rolls Royce Phantom ou uma Mercedes Maybach (com um chauffeur à sua disposição, é claro!) e TV com canais de todos os países do mundo, diferenciando-se de qualquer outro quarto de hotel. Muitos dos tecidos são revestidos com fios de ouro 22 quilates, os lençóis são feitos a partir da mais fina seda italiana, e os hóspedes podem optar por jantar no interior da espaçosa e requintada suíte ou ainda na varanda.

Relaxamento e bem-estar proporcionados na suíte Ty Warner

Nenhuma despesa foi poupada na criação da suíte, cujo nome é Ty Warner, em homenagem ao dono do hotel, bilionário presente na lista da revista Forbes, CEO da Ty Inc, produtora dos famosos Beanie Babies, além de possuir redes de hotéis e resorts de luxo no Havaí, México e outros locais paradisíacos. A suíte oferece deslumbrante vista de 360 graus de Manhattan, incluindo o Empire State Building e a Estátua da Liberdade. A vista para o Central Park chega a ser surreal, tamanha é a sua perfeição.

Antes mesmo da entrada dos hóspedes no apartamento de cobertura, os funcionários do hotel pesquisam e registram suas preferências. Uma vez que o cliente se hospedou, é mantido um livro com os registros de suas escolhas pessoais, buscando a perfeição também para sua próxima estadia.

“Tudo é diferente nesse apartamento em comparação com outros quartos no hotel, por isso ele requer uma atenção extra”, diz Joe Graziosi, diretor de engenharia do hotel.

Apesar de estar ocupada durante apenas um quarto do ano, a suíte Ty Warner não possui política de descontos. Afinal, o alto não é para todos. O luxuoso hotel prima pelo conceito de exclusividade e busca proporcionar a seus hóspedes muito além de hospedagem. Consumidores que possuem contas bancárias de sete dígitos serão muito bem-vindos para desfrutarem de serviços extraordinários, desejos realizados e experiências memoráveis no Hotel Four Seasons.

Um dos banheiros também com vista privilegiada de Manhattan

Conheça mais detalhes: http://www.fourseasons.com/newyorkfs/guest_rooms_and_suites/ty_warner_penthouse/

Mercado de Luxo, Moda e Acessórios, Negócios do Luxo

Ralph Lauren vende ações de sua marca, mas detém controle

O designer Ralph Lauren

Por Ricardo Ojeda Marins

O designer norte-americano Ralph Lauren, ícone da moda e do mercado de luxo, planeja vender cerca de US$ 900 milhões em ações preferenciais de sua companhia – a Polo Ralph Lauren – com sede na Madison Avenue, em Nova York. Hoje com 70 anos, o presidente e CEO da empresa que já tem 43 anos de existência, iniciou seu negócios na moda com a venda somente de gravatas, e hoje sua marca, famosa pelo cavalinho que a simboliza, é um negócio de varejo de luxo presente globalmente. Sua fortuna foi estimada em aproximadamente US$ 4,6 bilhões, segundo a revista Forbes. A Polo Ralph Lauren está avaliada em US$ 8,3 bilhões.

Numa negociação que está sendo supervisionada pelo JP Morgan e pela Goldman Sachs, tendo o Deutsche Bank e UBS Investment Bank como co-gestores, Ralph Lifschitz (seu nome de nascimento) está vendendo um quarto de suas ações, mantendo cerca de 93,5% do capital votante.

A empresa faz questão de salientar que essa operação faz parte do plano de diversificação de Ralph Lauren, e que sua posição na companhia não será afetada. O poder de voto total de Lauren e sua família após a venda será de 80,1 %.

As tradicionais polos da grife

E os negócios tem ido bem nos últimos tempos para a grife. Em abril, houve a inauguração de uma flagship no elegante bairro St Germain, em Paris. No mês passado, foram revelados os lucros da companhia, que foram superiores cerca de duas vezes e meia em relação ao ano anterior, com um aumento de 9,2% em sua receita.

Com mais de US$ 1,2 bilhão em caixa e em investimentos, a empresa ainda pretende impulsionar as vendas internacionais de varejo e comércio eletrônico.

Falando à imprensa, Lauren parecia estar orgulhoso de suas realizações: “Estamos com muito sucesso em nossas operações na Ásia, fizemos grandes progressos no desenvolvimento de nossos produtos e abrimos várias lojas de luxo nos principais mercados globais”, disse o designer.

Desde 2001 sem loja própria no Brasil, a Ralph Lauren é uma das marcas mais desejadas pelo consumidor brasileiro, fato notório em sites de e-commerce de moda e perfumaria. Resta-nos aguardar confiantes a volta da marca ao país.

Fechar