Tag

Mercado de Luxo

Hotéis de Luxo, Negócios do Luxo, Serviços de Luxo

W Hotels abrirá novo resort de luxo em Koh Samui, na Tailândia

Por Ricardo Ojeda Marins

Para quem pretende fugir do inverno brasileiro, uma boa notícia. A rede W Hotels, do grupo Starwood Hotels, inaugurará em agosto de 2010, pleno verão asiático, seu primeiro resort em Koh Samui, no leste tailandês. À beira-mar (e que mar!), o hotel de alto luxo vai oferecer 75 villas finamente decoradas, com piscinas privativas e acesso direto à praia.

Os hóspedes poderão ainda desfrutar de momentos gastronômicos no Kitchen Table (restaurante de cozinha internacional com assinatura do W Hotels), como no Namu, ou ainda no casual sofisticado Sip Bar.

O luxuoso empreendimento contará com um Spa, onde seu hóspede poderá deleitar-se com os diversos tratamentos tailandeses tradicionais, serviços de baby-sitter, clube de golf, serviço de limousine, serviços médicos e um staff muito bem treinado para receber um público exigente que busca usufruir de experiências únicas durante seu descanso ou numa viagem a negócios.

Miguel Ko, Presidente da Starwood Hotels & Resorts para Ásia e Pacífico, disse: “Depois de uma fantástica e bem sucedida introdução do W nas Maldivas, estamos orgulhosos de trazê-lo para Koh Samui, uma das ilhas mais interessantes da Ásia.” 

Programado para ser inaugurado em 01 de agosto, junto ao resort você também vai encontrar 17 residências que variam de três a cinco quartos, com metragem de 1.000 a 2.700 metros quadrados.

Luxo no Brasil, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Varejo de Luxo

Daslu deixará sede e será âncora no JK Iguatemi

Por Ricardo Ojeda Marins

A Villa Daslu, ícone do mercado de luxo do Brasil, deixará a área de 4.800 m2 que ocupa no bairro da Vila Olímpia, em São Paulo, para se tornar a principal loja do novo shopping JK Iguatemi – empreendimento vizinho, que pertence ao Grupo Jereissati, que deverá ser inaugurado até final de 2010.

A empresária Eliana Tranchesi informou ao jornal Folha de São Paulo ter sido convidada por Carlos Jereissati Filho, presidente do grupo Iguatemi, para ancorar a principal loja do novo shopping de luxo, com uma área de 3.000 m2.

Localizado na esquina com a avenida Juscelino Kubitschek com a Marginal Pinheiros, o JK Iguatemi terá torres com escritórios e hotel, além de lojas de marcas internacionais e brasileiras. O Iguatemi e a WTorre, que é dona do prédio de mais de 7.000 m2 onde a Daslu funciona desde 2005, são sócios no novo projeto.

A administração era feita pela empresa BR Malls. Desde então, a Daslu vem concentrando a venda de produtos de suas marcas, como Daslu, Daslu Homem, Daslu Casa e outras, no térreo e no segundo andar do luxuoso prédio. O grupo Iguatemi assumiu a administração do complexo Villa Daslu (que inclui o espaço ocupado pela marca e por grifes internacionais e lojas nacionais) há cerca de dois meses.

Os demais andares do prédio, que pertence à WTorre, estão sendo desocupados aos poucos. Segundo a Folha de São Paulo, há rumores de que escritórios de alto padrão funcionarão no imóvel que marcou o varejo de luxo brasileiro e já abrigou marcas de prestígio como Dior, Prada e Chanel.

Eletrônicos, Mercado de Luxo, Moda e Acessórios, Varejo de Luxo

Louis Vuitton lança capa para iPad

Por Ricardo Ojeda Marins

O iPad, um dos produtos eletrônicos mais desejados do momento, ganhou uma capa protetora com uma assinatura mais do que prestigiosa: a da grife Louis Vuitton. A marca francesa anunciou para 2011 o lançamento de um porta-iPad em duas versões: uma com o seu tradicional monograma, e outra na versão Damier Graphite.

A marca Louis Vuitton, sempre em busca da inovação aliada à exclusividade, foi sagaz na criação do acessório de luxo, já que a Apple, em apenas um dia, vendeu mais de 300mil unidades do iPad. Usuários do iPad agora poderão tê-lo protegido com estilo. E não é de hoje que a tradicional grife cria acessórios para eletrônicos. Os portadores do iPhone 3G também foram presenteados com uma capa protetora após o seu lançamento em diversos países.

Sempre que um produto da Apple chega ao mercado, centenas de periféricos são criados, sempre prometendo ainda mais inovações ao consumidor. Mas para o consumidor do luxo, esse é um mimo mais do que especial e que já está na lista de desejos de muitos. A má notícia é que essa criação da grife francesa só estará disponível a partir de 2011. O preço estimado é em torno de US$350.

Jóias e Relógios, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo

Maurice Lacroix: grife suíça mostra que as marcas de luxo estão aderindo às redes sociais

Por Ricardo Ojeda Marins

A página da grife suíça Maurice Lacroix no Facebook está convidando seus usuários a enviarem perguntas e comentários para Martin Bachmann, CEO da marca, até o final de Maio. Bachmann estará online para interagir pessoalmente com os fãs da página, respondendo às perguntas e comentários, através de um vídeo a ser postado em 11 de Junho.

O projeto da relojoaria também está presente no Youtube, onde disponibiliza um canal de comunicação da marca com seu consumidor. Vídeos institucionais, making of de campanhas e uma “visita” privilegiada às oficinas de relógios em Saignelégier, Jura, na Suíça, podem ser usufruídos ali. O canal apresenta também os embaixadores da marca, estratégia muito utilizada por marcas de luxo e premium.

A marca Maurice Lacroix trabalha com a agência eYeka Asia, tendo como objetivo aumentar a participação dos consumidores e trazer transparência à marca. Está sendo considerado um avanço para uma marca de relógios de luxo receber comentários públicos, sem temer a negatividade que a mídia social pode trazer. Alexandre Olmedo, CEO da eYeka Asia disse, “Maurice Lacroix está nos mostrando o grande valor de ouvir o consumidor.”

Um dos maiores equívocos dos gestores da marca é que a web não pode ser utilizada pelo mercado de luxo, o que vem mudando há algum tempo. Antes, boa parte de marcas e produtos de luxo tinham um medo persistente de arruinar a reputação da marca por considerar o meio online específico para o mercado de massa. Hoje, marcas e negócios de luxo brasileiro como Daslu, Shopping Cidade Jardim, Trousseau e internacionais como Gucci, Mandarin Oriental Hotels e outros fazem o uso dessa importante estratégia online, mantendo páginas em redes sociais como Facebook e Twitter, sustentando uma comunicação constante com o seu consumidor, atualizado-o com relação à marca e suas ações promocionais, além de poder ouvi-lo, conhecê-lo e entendê-lo melhor. Boa parte das marcas de luxo também estão em redes “invitation-only”, como ASmallWorld e Elysiants, onde, como o nome já diz, um membership é disponibilizado somente por convite ou desembolsando alguns milhares de dólares. Bem-nascidos do mundo inteiro já fazem parte dessas redes, alvo do desejo de muitos.

O importante, ao utilizar as mídias sociais para o segmento de luxo, é considerar que todos os canais – online e offline – devem refletir a mesma estratégia e coerência de acordo com a imagem da marca, além de uma implementação de algo novo e estimulante. É fundamental estar em canais onde o seu consumidor esteja presente e possa interagir com a marca, além de jamais perder o conceito de exclusividade e personalização, imprescindíveis para qualquer produto ou serviço de luxo.

Mercado de Luxo, Negócios do Luxo

As marcas mais valiosas do segmento do Luxo

Por Ricardo Ojeda Marins

A Louis Vuitton, uma das grifes mais desejadas, foi considerada como a marca de luxo mais valiosa do mundo. Segundo um estudo divulgado pela Millward Brown – consultoria especialista em pesquisas e que também publicou a famosa avaliação das 100 marcas mais valiosas do planeta – a grife francesa foi avaliada em US$ 19,8 bilhões e com um crescimento de 2% em relação ao ano passado, conquistando o topo da lista das marcas de luxo mais valiosas do planeta. O estudo também motrou que a Louis Vuitton, pertencente ao LVMH, maior conglomerado do segmento do luxo, ocupa o 29º lugar das marcas mais valiosas do mundo, considerando-se todos os segmentos.

Em segundo lugar no ranking ficou a também francesa Hermès, avaliada em US$ 8,45 bilhões e com um crescimento de 8%, seguida pela italiana Gucci, em terceiro, com valor de marca de US$ 7,58 bilhões, segundo a Millward. O quarto lugar da lista deu lugar à grife francesa Chanel (com valor foi estimado de US$ 5,54 bilhões) e o quinto ficou com a Hennessy, avaliada em US$ 5,36 bilhões.

A Millward Brown utilizou uma abordagem econômica para a avaliação, baseando-se no valor da marca em sua capacidade de gerar demanda. Os valores refletem a previsão dos lucros futuros das marcas. Segundo Lauren Sherman, editora do site Fashionista, as marcas apostaram na volta ao básico, com campanhas que mostrem suas histórias e origens, como a da Louis Vuitton, cuja publicidade foi focada em viagens, mostrando sua origem como uma fabricante de malas e baús. Chanel, de acordo com o estudo, perdeu cerca de 11% do seu valor de marca em comparação ao ano passado. “Chanel sempre venderá perfumes e artigos de couro, que são produtos clássicos, mas em comparação com Gucci e Louis Vuitton, elas estão mais associadas com a alta moda”, diz Lauren.

De acordo com a pesquisa, as marcas mais bem colocadas no ranking alcançaram tal prestígio por apoiarem sua estrutura de comunicação em valores ligados a exclusividade e a sofisticação associadas ao seu consumo. O restante do ranking das dez marcas mais valiosas do segmento de luxo agrupa as marcas Rolex, Moet & Chandon, Cartier, Fendi & Tiffany & Co.

http://www.millwardbrown.com/
Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Varejo de Luxo

Harrods é vendida em Londres

Por Ricardo Ojeda Marins

A luxuosa loja de departamentos Harrods, em Londres, foi vendida por cerca de £ 1,5 bilhão (aproximadamente R$ 4 bilhões), segundo confirmou a BBC de Londres.

A venda para o Qatar Holding Group, da família real do Qatar, foi confirmada por Ken Costa, conselheiro no acordo e presidente da Lazard International, no último sábado.

O empresário egípcio Mohammed Al Fayed, proprietário da Harrods desde 1985, concordou em vender a luxuosa loja para a empresa Qatar Holdings. O acordo foi assinado por Fayed e Ahmad Al-Sayed, CEO da Qatar Holding, , na embaixada do Qatar em Mayfair, levando ao fim meses de especulação na cidade sobre o futuro do templo do consumo de luxo. Al Fayed comprou a Harrods há 25 anos, por £ 615 milhões.

O Qatar Holding Group está interessado em desenvolver o potencial da Harrods como uma prestigiosa marca de luxo global e expandir as vendas em todo o mundo pela internet, sempre mantendo as tradições do legendário empreendimento britânico. Al Fayed deverá continuar a ter uma participação na loja, mas não estará envolvido no dia-a-dia do negócio.A venda incluirá todas as partes do grupo Harrods, incluindo propriedades e uma companhia de vôos charter.

Além da loja de departamentos, Al Fayed também é dono do time de futebol Fulham FC e sua fortuna foi recentemente estimada em £ 650 milhões.

Source: BBC London http://news.bbc.co.uk/2/hi/business/8669657.stm

Hotéis de Luxo, Serviços de Luxo, Viagens e Turismo

Mandarin Oriental reúne jogadores de Golf na Tailândia

Por Ricardo Ojeda Marins

A rede de hotéis de luxo Mandarin Oriental atrairá jogadores e apaixonados por Golf. O luxuoso hotel organizou um torneio do elitizado esporte, que será realizado de 9 a 13 de Maio de 2010. Jogadores e aspirantes nacionais e internacionais serão muito bem vindos ao primeiro evento realizado pela unidade Dhara Dhevi, em Chiang Mai, Tailândia.

O torneio ocorrerá com os 3 melhores cursos de Golf do local – The Alpine Golf Course, Chiang Mai Highlands Golf Course e the Royal Chiang Mai Golf Club. Greg Liddell, gerente geral do resort, disse “Estamos muito entusiasmados em colocar em cena pela primeira vez o Dhara Dhevi Golf Challenge e ansiosos para dar as boas-vindas a nossos jogadores e hóspedes. Além do esporte, os convidados poderão usufruir da acomodação luxuosa, cozinha internacional, além dos tratamentos do spa, ingredientes que proporcionarão uma estadia perfeita.”

O pacote para o evento inclui 4 noites de hospedagem, café da manhã, traslados, além dos 3 dias de torneios. Os que não forem desfrutar do Golf, receberão crédito para terapias no spa. Além da  visível preocupação com o cliente do alto luxo, o grupo Mandarin Oriental Hotels busca proporcionar a seu hóspede o privilégio de experiências e sensações memoráveis, através de sua ampla rede de serviços, como cursos gastronômicos, esportes, eventos culturais e outras atividades. Para quem vai se casar, uma notícia tentadora: a expertise do hotel na arte de receber aliada aos locais fabulosos de suas unidades, permitirão tornar seu casamento um dia inesquecível (e para seus convidados certamente!), combinando todo esse brilho com a paz de espírito. E quando a festa acabar, você terá à disposição spas e serviços extraordinários, com muitas oportunidades para relaxar e saborear as celebrações durante sua lua de mel.

Conheça mais detalhes do Mandarin oriental em Chiang Mai: http://www.mandarinoriental.com/chiangmai/

Jóias e Relógios, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo

Embaixadores da marca: uma estratégia das marcas de luxo

Por Ricardo Ojeda Marins

A grife Rolex recentemente revelou sua nova campanha publicitária destacando o cantor Michael Bublé, como o seu mais jovem embaixador da marca, conhecido por sua voz e música inconfundíveis, que atingem tanto os jovens como os mais maduros, além de sua presença ímpar.

Rolex, juntamente com o grupo de hotéis de luxo Mandarin Oriental Hotels, tem mantido um conceito impecável para suas estratégias de endossamento. Rolex também associa sua renomada marca a formadores de opinião de outras categorias, tais como golfe, tênis, iatismo, automobilismo, artes, esqui e outros. Nas unidades do Mandarin, como a de Las Vegas, fãs do cantor podem optar por despertar ao som de sua bela voz.

Para o endossamento de produtos de luxo, a presença do embaixador da marca é fundamental, principalmente nas campanhas de lançamento de um novo produto. A autoridade, credibilidade e admiração que celebridades podem transmitir fazem delas potenciais embaixadores da marca, estratégia utilizada também no mercado de massa. Esse engajamento com o formador de opinião é um importante passo que irá anteceder e facilitar um impacto positivo pela associação do produto a lifestyle, aumentando o desejo de seu público alvo por ele.

Rolex, marca de um dos relógios mais desejados do mundo, não apenas atinge um grande número de pessoas com suas campanhas bem como atinge exatamente o seu fiel consumidor. Desde a sua criação, no início do século XX, a Rolex incentiva a excelência individual e a busca pela perfeição. Mantendo essa tradição sempre viva, a empresa contribui, através de meios de programas de patrocínio para o mundo das artes. Placido Domingo e Diana Krall são exemplos de famosos embaixadores da grife no passado.

Luxo no Brasil, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Varejo de Luxo

Shopping Cidade Jardim inaugura sua expansão com mix de marcas premium

Por Ricardo Ojeda Marins

Desde sua inauguração em 2008, o Shopping Cidade Jardim se tornou um ícone para o Mercado do Luxo brasileiro. Grifes prestigiosas internacionais, como Hermès, Chanel e Longchamp escolheram o shopping para abrir as portas de suas primeiras unidades no Brasil. Outras grifes como Tiffany&Co, Louis Vuitton e Giorgio Armani, já presentes no país, também foram algumas das que acreditaram no primeiro piso do local como investimento. Mas a nova ala do shopping, inaugurada há alguns dias, pode mudar um pouco esse perfil.

Seguindo a linha casual chique de todo o empreendimento, cujo projeto leva a assinatura de Arthur Casas, o segundo andar concentra grifes mais acessíveis e que já estão em outros shoppings da cidade, como L’Occitane, Arezzo, Richards, M. Officer, Vivara e outras. Um spa no quinto andar completa a mudança.

“O objetivo da expansão é entregar aos freqüentadores uma opção de compras completa, em um lugar charmoso e único em São Paulo, onde os clientes podem realizar seus desejos e também os afazeres do dia a dia. Podemos resumir tudo isto dizendo que em um só lugar você encontra da colônia Johnson & Johnson ao Chanel número 5”, diz Maria Luisa Pucci, superintendente do shopping. A expansão, que custou R$ 25 milhões, ocupa todo o segundo andar, deixando-o agora com uma área de 36 mil metros quadrados. O shopping recebe também a primeira e tão esperada loja da grife Carolina Herrera no Brasil.

A inauguração dessa expansão ocorreu na semana passada e foi comemorada com a terceira edição do Fashion Day, desfile de diversas marcas, que apresentaram suas coleções outono/inverno. As alamedas do shopping se transformaram em passarela para tops como Ana Cláudia Michels e Fernanda Lima.

O Shopping Cidade Jardim apostou em um conceito do luxo contemporâneo, sustentado no objetivo de proporcionar experiências a seus freqüentadores, através de um mix de lojas escolhidas com minuciosidade, além da inovação em oferecer áreas abertas, como o último andar, onde se pode desfrutar de momentos de descanso ao ar livre com a família ou também escolher dentre as opções de gastronomia, como o Pobre Juan, Due Cuocchi Cuccina e ainda salas Cinemark Premier. Anexo ao shopping, há condomínios residenciais e comerciais de alto luxo, proporcionando comodidade, segurança e conforto, todos em um lugar único e em área nobre da cidade. Estrategicamente, o shopping não oferece praça de alimentação, um dos espaços comumente adorado por crianças. Porém, o empreendimento de luxo busca, de outra maneira, proporcionar também aos pequenos momentos de experiências que fiquem em sua memória. A abertura da primeira loja-conceito no Brasil dos tijolinhos de montar Lego. Do lado de fora, um boneco em tamanho natural reproduz um homem sentado. Há um concurso para descobrir quantas peças foram usadas. O mobiliário é feito com as pecinhas e há brinquedos para teste.

Conheça mais detalhes: http://www.shoppingcidadejardimjhsf.com.br/

Luxo no Brasil, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Varejo de Luxo

Chanel elege Shopping Leblon para sua primeira loja de perfumes na América do Sul

Por Ricardo Ojeda Marins

Para as apaixonadas pela legendária grife Chanel, uma notícia tentadora para o consumo. Uma loja exclusiva de perfumes Chanel no Brasil. Inaugurada há cerca de um mês, tendo escolhido o Shopping Leblon, no Rio de Janeiro, para sediar a sua primeira boutique Parfums & Beauté na América do Sul, a grife disponibiliza em seu luxuoso espaço desde a perfumaria clássica aos novíssimos esmaltes-desejo. Pela primeira vez numa filial brasileira, os produtos de todas as coleções de maquiagem lançadas durante as 4 estações do ano estarão disponíveis.

As clientes também contam com consultas a especialistas em maquiagem e tratamento, além de testar os produtos indicados para o seu tipo de pele e personalidade.

Agora o melhor do melhor: um bar olfativo, criado por Christopher Sheldrake, perfumista da Chanel. Ali será possível experimentar e descobrir qual é sua fragrância preferida. Quem passar por ali ainda terá o privilégio de encontrar a linha Les Esclusifs, que são frascos de fragrâncias raras desenvolvidos por Ernest Beaux, perfumista de Mademoiselle Chanel, hoje repaginados por Jacques Polge, exclusivo da maison há 30 anos. O espaço realmente promete proporcionar a seu público-alvo o privilégio de usufruir de experiências e sensações.

Aviação, Luxo no Brasil, Mercado de Luxo, Negócios do Luxo, Serviços de Luxo

BMW e Embraer: parceria perfeita na customização de jatos privados

Por Ricardo Ojeda Marins

Com uma série de vôos de demonstração no sul da França, a Embraer – fabricante brasileira de aeronaves – apresentou a nova geração de seus jatos executivos na Europa. Uma parceria seletivamente bem escolhida. As cabines de passageiros bem como a do piloto foram criadas no Studio da BMW DesignworksUSA, subsidiária do grupo alemão e especialista na criação de interiores, com base em Munique, com o objetivo de criar um novo padrão interno para os jatos executivos Phenon 100 e Phenon 300.

O jato executivo decorado pela BMW possui detalhes na cabine que lembram o interior do sedã de luxo Série 5. Há superfícies cromadas e revestidas em couro, material que foi utilizado nos assentos dos passageiros. A preparação da marca alemã inclui ainda aparelho de DVD com telas sensíveis ao toque pela cabine, sistema de som de alto padrão e iluminação ambiente por meio de leds.

Os clientes da Embraer que optarem pelo pacote da BMW para seu jato privado ainda tem a opção de escolher entre 7 cores para o interior da cabine, assim como diferentes colorações para os assentos e piso, que pode ser de madeira.

A estratégica parceria da alemã BMW com a Embraer para essa customização foi integrar os seus conhecimentos sobre as exigências feitas pelos clientes de alto poder aquisitivo adquirida na indústria automobilística para o interior dos novos jatos executivos da Embraer. As cabines buscam refletir o melhor em termos de funcionalidade, a qualidade do design mais seleto e facilitar a eficiência e utilização do espaço na cabine de passageiros e espaço para bagagens.  O luxuoso projeto também mostra um cuidado especial em proporcionar o melhor conforto ao piloto, cumprir os requisitos de um passageiro de negócios modernos e exigentes, combinando a estética com qualidade de luxo e design superior. A cabine (cockpit) do Phenom oferece aos pilotos o espaço mais genroso do Mercado, proporcionando-lhe conforto e liberdade. Atualmente, a fabricante nacional de aviões tem 100 modelos Phenon em fase de produção e mais de 600 pedidos em espera. Orgulho para a aviação executiva no Brasil e para todo o Mercado do Luxo no Brasil e no exterior.

Conheça mais detalhes:

http://www.embraerexecutivejets.com.br/portugues/content/aircraft/phenom100_three_view.asp

http://www.embraerexecutivejets.com.br/portugues/content/aircraft/phenom300_home.asp

Fechar